MARÇO E ABRIL
RASTREIOS GRATUITOS
A Udij disponibiliza durante  os meses de Março e Abril de 2016, nos dias úteis entre as 10.30h e as 13.00h, rastreios gratuitos  nas áreas de: Ansiedade e depressão  (crianças e adultos) Perturbação da hiperactividade e défice de atenção Dificuldades de aprendizagem (...)
Ver mais
SINAIS DE ALERTA E ESTRATÉGIAS DE INTERVENÇÃO
III ENCONTRO PARA O DESENVOLVIMENTO INFANTIL E JUVENIL DO OESTE
A UDIJ – Unidade para o Desenvolvimento Infantil e Juvenil, em parceria com a Câmara Municipal de Torres Vedras e o Centro de Formação das Escolas de Torres Vedras e Lourinhã, promove o III ENCONTRO PARA O DESENVOLVIMENTO INFANTIL E JUVENIL DO OESTE – SINAIS DE ALERTA E ESTRATÉGIAS DE (...)
Ver mais
Avaliação a crianças em idade pré-escolar
CONSULTA PRÉ-ESCOLAR
Dirige-se apenas a crianças que ainda não deram entrada no 1º ciclo. Centra-se na fase inicial do desenvolvimento, visto que o seu objetivo é analisar o grau de desenvolvimento das competências (...)
Ver mais
Que Caminho Seguir?
ORIENTAÇÃO VOCACIONAL
As sessões de Orientação Vocacional oferecem uma ajuda especializada na construção, implementação e gestão de projectos de vida no âmbito escolar e profissional. No desenvolvimento de um (...)
Ver mais
AS NOSSAS
ESPECIALIDADES
Pediatria do Neurodesenvolvimento
+

A Pediatria do Neurodesenvolvimento é um ramo da pediatria que se ocupa do desenvolvimento da criança e do jovem, pressupondo não só a vigilância do desenvolvimento, como também o diagnóstico das suas perturbações e respectiva intervenção.

 

O neurodesenvolvimento da criança define-se como o conjunto de competências por meio das quais a criança interage com o meio que a rodeia, numa perspectiva dinâmica, de acordo com a sua idade, o seu grau de maturação, os seus factores biológicos intrínsecos e os estímulos provenientes do ambiente.

 

Fazem parte dessas competências a motricidade global, a manipulação, as competências sensoriais, como a visão e a audição, a comunicação e a linguagem, os comportamentos, as competências cognitivas não verbais e verbais, os afectos e as emoções. As perturbações do desenvolvimento incluem, entre outras:

  • as deficiências motoras, como a paralisia cerebral;
  • os défices cognitivos;
  • as perturbações sensoriais, como a surdez ou a cegueira;
  • as perturbações da comunicação, como a perturbação específica da linguagem;
  • as perturbações comportamentais, como a perturbação de hiperactividade com défice de atenção;
  • as perturbações do espectro do autismo;
  • as perturbações da aprendizagem escolar, como a dislexia.
MARCAR CONSULTA
Pedopsiquiatria
+

A Pedopsiquiatria é uma especialidade médica relacionada com o estudo, avaliação e tratamento das perturbações emocionais e do comportamento na infância e adolescência.

 

A intervenção do médico pedopsiquiatra pode incluir a prescrição de fármacos, psicoterapia, bom como intervenção familiar.

 

A intervenção do pedopsiquiatra previligia um trabalho interdisciplinar entre os vários técnicos da equipa de forma a dar uma resposta global às necessidades das crianças e jovens.

MARCAR CONSULTA
Pediatria
+

A Pediatria é uma especialidade médica dedicada à criança e ao adolescente nos seus diferentes aspectos, sejam eles preventivos ou curativos

MARCAR CONSULTA
Psiquiatria
+

A Psiquiatria é a especialidade médica que se dedica à prevenção, diagnóstico e tratamento de perturbações mentais, emocionais ou comportamentais.

 

 

Quais as perturbações mentais tratadas pelos médicos Psiquiatras?

 

Depressão

Ansiedade generalizada

Perturbação de pânico

Perturbação obsessivo-compulsiva

Fobias

Demências

Doença Bipolar

Psicoses

Perturbações do sono

Comportamentos aditivos

Perturbações do comportamento alimentar

Perturbações somatoformes

Perturbações de ajustamento

Perturbações da personalidade

MARCAR CONSULTA
Psicologia Clínica
+
Psicologia Educacional
+

A Psicologia educacional ou psicologia da educação é o ramo da psicologia que estuda o processo de ensino/aprendizagem em diversas vertentes.

 

Os psicólogos educacionais desenvolvem o seu trabalho em conjunto com os educadores de forma a tornar o processo de aprendizagem mais efectivo e significativo para o educando, principalmente no que diz respeito à motivação e às dificuldades de aprendizagem. Focam a sua acção não apenas nas necessidades da criança na escola como, também, em outras áreas onde as experiências escolares têm impacto.

MARCAR CONSULTA
Terapia Familiar
+

A Terapia familiar sistémica é um tipo de psicoterapia que se aplica a familias e/ou casais.

 

A terapia familiar sistêmica compreende os problemas, em termos de sistemas de interação entre os membros de uma família. Desse modo, os relacionamentos familiares são considerados como um fator determinante para a saúde mental e os problemas familiares são vistos mais como um resultado das interações sistêmicas, do que como uma uma característica particular de um indivíduo.

MARCAR CONSULTA
Terapia da Fala
+

O Terapeuta da Fala intervém em todas as situações de patologia da fala, da voz e da linguagem oral e escrita, qualquer que seja a etiologia, na criança, no adolescente, no adulto e na pessoa idosa.

 

É um profissional a quem compete a prevenção, a avaliação, o tratamento e o estudo científico da comunicação humana e das perturbações associadas. Neste contexto, a comunicação engloba todas as funções associadas à compreensão e à expressão da linguagem oral e escrita, assim como todas as formas apropriadas de comunicação não-verbal.

MARCAR CONSULTA
Terapia Ocupacional
+

A Terapia Ocupacional é o tratamento de condições de saúde que afetam o desempenho das pessoas em qualquer fase da vida através do envolvimento em atividades significativas, com o objetivo de lhes proporcionar o seu máximo nível de funcionalidade e de independência nas ocupações em que desejam participar.

 

O Terapeuta Ocupacional avalia as funções sensoriais, percetivas, físicas e sociais do indivíduo, bem como os fatores ambientais que influenciam o seu desempenho nas atividades; identifica as áreas de disfunção e envolve o indivíduo num programa estruturado de atividades significativas de forma a ultrapassar as dificuldades proporcionadas pela sua condição de saúde. As atividades são selecionadas de acordo com as necessidades pessoais, sociais, culturais e económicas e refletem os fatores ambientais que orientam a vida do indivíduo.

MARCAR CONSULTA
Psicomotricidade
+

A Psicomotricidade apresenta-se como uma área de conhecimento transdisciplinar, que estuda e investiga as relações e as influências recíprocas e sistémicas entre as funções psíquicas e a motricidade.

 

É na motricidade que a vida psíquica, constituída por impulsos, emoções, sentimentos e pensamentos, encontra a sua expressão. Constitui-se como uma resposta adequada às crianças e jovens que, independentemente da sua patologia, poderão aprender melhor através da acção, da manipulação de objectos, da simbolização, de actividades expressivas e do investimento corporal, deixando-as explorar livremente as possibilidades de afirmação dos seus desejos.

MARCAR CONSULTA
Educação Especial
+

A educação especial é uma educação organizada para atender específica e exclusivamente alunos com determinadas necessidades especiais.

 

Pressupõe individualização e personalização das estratégias educativas, enquanto método de prossecução do objectivo de promover competências universais que permitam a autonomia e o acesso à condução plena da cidadania por parte de todos.

 

Este apoio especializado visa responder às necessidades educativas especiais dos alunos com dificuldades ao nível da comunicação, da aprendizagem, da mobilidade, da autonomia, do relacionamento interpessoal e da participação social. O apoio da educação especial pode implicar a adaptação de estratégias, recursos, conteúdos, processos, procedimentos e instrumentos, bem como a utilização de tecnologias de apoio.

MARCAR CONSULTA
Terapia de Grupo Competências Psicossociais para Crianças e Adolescentes
+

As competências sociais são as aptidões necessárias para uma resposta adequada às questões do quotidiano, ou seja, são comportamentos ou pensamentos que permitem ao próprio individuo adaptar-se aos outros e ao contexto social onde está inserido.

 

O termo competência significa que não se trata de uma característica da personalidade, algo de inato, mas de um conjunto de comportamentos que são adquiridos e aprendidos, o que quer dizer que embora algumas pessoas demonstrem maior facilidade na interacção social, as habilidades sociais são treináveis.

 

Crianças e adolescentes cujas competências sociais estão pouco desenvolvidas, revelam baixa auto-estima, problemas de comportamento e dificuldade no relacionamento com os adultos e com os pares.

 

A Terapia em Grupo, permite à criança/adolescente que manifeste exactamente como se comporta socialmente, proporcionando aos técnicos a possibilidade de treinar com ela em contexto natural, uma variedade de estratégias que potenciem uma interacção mais adequada com os outros, nomeadamente no controlo dos impulsos, assim como de evidenciar e desenvolver os seus pontos fortes de forma a aumentar a sua auto estima e confiança. São trabalhadas quatro áreas principais: Comunicação; Relações interpessoais; Autonomia e Motivação.

 

Pais e escola fazem parte integrante deste processo,   portanto investe-se igualmente na comunicação e cooperação com ambos, no sentido de os ajudar com estratégias adequadas e alternativas para gerir eventuais comportamentos menos ajustados da criança/adolescente.

 

Para mais informações, por favor contacte-nos.

MARCAR CONSULTA
Orientação Escolar e Vocacional
+
ENCONTRE UM
ESPECIALISTA